Orientações sobre o Coronavírus para todo o Ministério Sara Nossa Terra

Orientações sobre o Coronavírus para todo o Ministério Sara Nossa Terra

Desde o final de 2019 que o Coronavírus tornou-se assunto conhecido ao ser constatado na China e levar a morte 3.169 pessoas. Atualmente, há casos em todo o mundo, o que fez a Organização Mundial de Saúde (OMS), decretar estado de pandemia (disseminação em nível mundial). A doença trata-se de uma família de vírus que causam infecções respiratórias, também conhecida por COVID-19. Os principais meios de transmissão são por meio da saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo como aperto de mão ou contato com objetos e superfícies contaminadas.

Os principais sintomas da COVID-19 são febre, tosse e dificuldade para respirar. O Ministério da Saúde destaca alguns métodos preventivos, como lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos e sempre que possível, fazer uso do álcool em gel. Também é importante não tocar os olhos, nariz e boca sem lavar as mãos, cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar com um lenço descartável. Além de evitar o contato com pessoas doentes e limpar objetos e superfícies tocados com frequência.

No Brasil, não há casos de morte, mas há pessoas internadas e em tratamento do vírus. Diante da pandemia, a Sara Nossa Terra, que está em todo o Brasil, América Latina e Europa destaca a importância do cuidado pessoal e com o próximo em situações como esta, que coloca em risco a todos. “Esse vírus tem um poder de contaminação forte e a recuperação é lenta. Precisamos estar conscientes de que o coronavírus não tem uma propagação no ar muito agressiva e nem em ambientes quentes, como é o Brasil. Estamos diante de um vírus que, embora seja novo, e um pouco desconhecido, se tivermos precauções com o contágio de toques, secreções e espirros, nós vamos conseguir isolar as pessoas e ter uma boa vitória e vencer essa virose que estamos enfrentando”, afirma o presidente e bispo do Ministério SNT, Robson Rodovalho.

O Dr.Julian Machado que também é pastor da Sara Nossa Terra em Brasília, destaca que na década passada também houve surtos do Coronavírus. “O que nos surpreende agora é o alto contágio de pessoa para pessoa e é isso que tem preocupado as autoridades de saúde mundiais, a capacidade de contágio que esse vírus tem. A propagação é muito rápida. Existe um tempo de incubação de duas à três semanas que essa pessoa que apresentou os sintomas de gripe, precisa guardar nesse tempo pra que ela não possa transmitir a doença pra outras pessoas. E no momento em que se começa a ter os sintomas, é onde se concentra a maior taxa de transmissão e contágio da doença “, afirma.

Além da rotina pessoal de trabalho, estudos e família, a liderança da Sara Nossa Terra também realiza muitas atividades que envolvem o convívio, seja por meio das células, cultos, treinamentos ou acompanhamentos pessoais. Por isso, é de extrema importância levar em conta as suas condições físicas para uma realização saudável das suas práticas de fé e espiritualidade. “Vamos manter nossas atividades normalmente. Em Brasília tivemos o decreto do governador para que não haja aulas e nem eventos para mais de 100 pessoas, mas vamos aguardar como ficará a questão do vírus para os próximos dias e as informações dos órgãos de saúde competentes. Mas, de qualquer forma, se você tiver com qualquer tipo de resfriado, fique em casa em observação, principalmente se teve contato com alguém que viajou para os países com casos de Coronavírus, e não deixe de entrar em contato com o número do Ministério da Saúde, que é o 136, e informe sobre o seu estado de saúde”, destaca Bispo  Rodovalho.

Rodovalho pede ainda que as pessoas ajudem umas as outras e oriente-as sobre o cuidado e as prevenções necessárias para evitar que o vírus se propague ainda mais. “Seja proativo, oriente as pessoas que por acaso estiverem resfriadas a não sair de casa, não ir trabalhar, não ir para a célula, aos cultos, ao Instituto de Vencedores, nem no Revisão de Vidas. Se você tem algum sintoma, líder, seja firme, você vai ficar se recuperando. Você não vai passar isso para as demais pessoas, todo mundo vai entender e vai te agradecer”.

Em todas as igrejas Sara Nossa Terra serão disponibilizados nas entradas o álcool em gel ou álcool líquido com guardanapo para que todos aqueles que passarem pelo Ministério possam higienizar as mãos. Todos receberão a orientação de fazer a higiene correta das mãos com água e sabão, além do uso do álcool, como medida de prevenção, além de evitar abraços e tocar  nas mãos. A Santa Ceia será servida com luvas para que todos sintam segurança ao receber o pão e o vinho.Editar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *