502 anos da Reforma Protestante – dia da fé!

Nada de dia das Bruxas ou Halloween. Dia 31 de outubro deveria ser considerado o dia mundial da fé, porque Martinho Lutero resgatou a fé para uma base da salvação. Ele nos mostrou que a salvação não seria pelas indulgências, nem pelo sacrifício, mas pela fé.  Essa foi a primeira tese da Reforma, segunda que a Bíblia é autoridade sobre o homem. A Bíblia contém toda Palavra de Deus e ela é a melhor forma de levar o homem a Deus, até mais do que a igreja. Terceira: todo ser humano tem que ter uma Bíblia em uma linguagem que possa ler, o acesso à Bíblia pessoal e foi o que Martinho Lutero falou, proclamou e viveu. Ao todo foram 95 teses. Foi a fé resgatada em Jesus Cristo. Dia 31 não é o dia das bruxas. Posicione isso na escola do seu filho, na sua casa, na sua família. Vamos fazer um movimento e mostrar que nós não queremos um dia para o Halloween, nós queremos o dia 31 na sua origem, que é o dia da fé. Dia em que Martinho Lutero declarou que a fé é a base para levar o homem à salvação. Que nesse dia você possa agradecer a Deus pelos 502 anos de fé. Leia a Bíblia, presenteie a quem você ama! 

 

Saiba mais!

Precursor da Reforma Protestante na Europa, Lutero nasceu na Alemanha no ano de 1483 e fez parte da ordem agostiniana. Em 1507, ele foi ordenado padre, mas devido as suas idéias que eram contrárias as pregadas pela igreja católica, ele foi excomungado.

Idéias e doutrina 

Sua doutrina, salvação pela fé, foi considerada desafiadora pelo clero católico, pois abordava assuntos considerados até então pertencentes somente ao papado. Contudo, esta foi plenamente espalhada, e suas inúmeras formas de divulgação não caíram no esquecimento, ao contrário, suas idéias foram levadas adiante e a partir do século XVI, foram criadas as primeiras igrejas luteranas.

Apesar do resultado, inicialmente o reformador não teve a pretensão de dividir o povo cristão, mas devido à proporção que suas 95 teses adquiriram, este fato foi inevitável. Para que todos tivessem acesso as escrituras que, até então, encontravam-se somente em latim, ele traduziu a Bíblia para o idioma alemão, permitindo a todos um conhecimento que durante muito tempo foi guardado somente pela igreja.

Com um número maior de leitores do livro sagrado, a quantidade de protestantes aumentou consideravelmente e entre eles, encontravam-se muitos radicais. Precisou ser protegido durante 25 anos. Para sua proteção, ele contava com o apoio do Sábio Frederico, da Saxônia.

Foi responsável pela organização de muitas comunidades evangélicas e, durante este período, percebeu que seus ensinamentos conduziam a divisão. Casou-se com a monja Katharina Von Bora, no ano de 1525, e teve seis filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *